ALTAR VIRTUAL PELAS VÍTIMAS DO JAPÃO







Querida e Amada Mãe da Misericórdia e Compaixão Kwanyin,
cubra com seu Manto de Luz o Japão, esta Terra tão amada,
proteja a todos os sobreviventes desta Tragédia.
Dê forças para que eles se recuperem e alivie suas dores 
pela perda dos entes queridos.
Mãe este povo tão trabalhador, merece seu olhar de Misericórdia
para que possam reconstruir suas vidas.
Mãe com seu poder e sua infinita compaixão aceite nossas orações
para que nada mais aconteça a este povo sofrido.
Namu Kwan Shi Yin Pu Sa

silvia montone

Para acender uma vela clique abaixo

imagem vela novopromocionais






"Diante de vós, ó Grande Compassiva Kwan Yin-Kannon Bosatsu, eu me inclino! Com devoção recito teu sagrado nome e rezo para que haja paz e harmonia em meu país e em todo o mundo. Rezo para que o mal possa ser superado pelo bem, rezo para a felicidade de todos aqueles que estão imersos em todos os estados de sofrimento e para o fim de todas as catástrofes do mundo."







NAMU KANNON BOSATSU!!!


NAMU KANNON BOSATSU!!!


NAMU KANNON BOSATSU!!!


NAMU KANNON BOSATSU!!!


NAMU KANNON BOSATSU!!!


NAMU KANNON BOSATSU!!!
 
 
 
 
 


Serviço Memorial para os mortos no desastre japonês

Publicado em Compaixão Zen Budista, Japão e Cultura Japonês, Meditação em Porto Alegre, Prática Zen Budista, Zen Budismo em Porto Alegre


Traduzido do site de um amigo – pode ser adaptado para uso sempre que houver vítimas de desastres:

Uma maneira de expressar apoio para os que morreram é oferecer um serviço memorial simples. Dinheiro para os vivos também é bom.






Orientações:


- Acender a vela de seu altar e oferecer incenso (e água quente doce e o chá da sua preferência).


- Fazer 3 reverências completas.

- Recitar o Daihi Shin Darani (Mantra da Grande Compaixão),

Mantra da Grande Compaixão



Daihi Shin Darani


大悲心陀羅尼






Ο Namu kara tan nô, tora ya ya,


Namu ori ya, boryo ki tchi


Shifu ra ya, fuji sato bo ya,


Moko sato bo ya,


Mo ko kya runi kya ya, Ο


En, sa hara ha e shû tan nô ton sha,


Namu shiki ri toi mo,


Ori ya, boryo ki tchi,


Shifu ra rin tô bo, na mu no ra,


Kin ji, ki ri,


Mo ko ho do, sha mi sa bo,


O to jo shu ben, o shu in,


Sa bo sa to, no mo bo gya,


Mo ha te tcho, to ji to,


En, o bo ryo ki,


Ru gya tchi, kya ra tchi,


I kiri mo ko, fuji sa to, sa bo sa bo,


Mo ra mo ra, mo ki mo ki,


Ri to in ku ryo ku ryo,


Ke mo to ryo to ryo,


Ho ja ya tchi, mo ko ho ja ya tchi,


To ra to ra, tchi-ri ni,


Shifu ra ya,


Sha ro sha ro, mo mo ha mo ra,


Ho tchi ri, yu ki yu ki,


Shi no shi no, ora san fura sha ri,


Ha za ha zan, fura sha ya,


Ku ryo, ku ryo, mo ra ku ryo, ku ryo,


Ki ri sha ro sha ro,


Shi ri shi ri, su ryo su ryo,


Fuji ya, fuji ya, fudo ya, fudo ya,


Mi tchiri ya, Ο


Nora kin ji, tchi-ri shuni no,


Hoya mono, somo ko,


Shido ya, somo ko,


Moko shido ya, somo ko,


Shido yu ki, shifu ra ya,


Somo ko, Ο


Nora kin ji, somo ko,


Mo ra no ra, somo ko,


Shira su omo gya ya,


Somo ko, sobo moko shido ya,


Somo ko, shaki ra oshi do ya,


Somo ko, hodo mogya shido ya,


Somo ko, nora kin ji ha gyara ya,


Somo ko, mo hori shin gyara ya,


Somo ko, namu kara tan nô tora ya ya, •


Namu ori ya, boryo ki tchi,


Shifu ra ya, somo ko, •


Shite do modo ra, hodo ya, so mo ko.



Sutra do Coração da Grande Sabedoria (Sutra do Coração da Grande Sabedoria Completa) ou o Verso das Dez Frases da Eterna Compaixão (Enmei Jukku Kannon Gyô).

Maka Hannya Haramita Shingyô



(Sutra do Coração da Grande Sabedoria Completa)



Ο Kan-ji Zai Bo-satsu gyo


Jin Han-nya Ha-ra-mi-ta ji.


Sho ken Ο go on kai ku.


Do is-sai ku yaku.






Sha-ri-shi. Shiki fu i ku. Ku fu i shiki.


Shiki soku ze ku. Ku soku ze shiki


Ju so gyo shiki. Yaku bu nyo ze.










Sha-ri-shi. Ze sho ho ku so.


Fu-sho fu-metsu. Fu-ku fu-jo.


Fu-zo fu-gen. Ze-ko ku chu.


Mu-shiki mu ju so gyo shiki.


Mu-gen ni bi zes-shin ni.


Mu-shiki sho ko mi soku ho.


Mu-gen kai nai shi mu-i-shiki-kai.


Mu mu-myo yaku mu mu-myo jin.


Nai-shi mu-ro-shi. Yaku mu-ro-shi jin.


Mu-ku shu metsu do. Mu-chi yaku mu-toku.


I mu-sho-tok-ko.


Bo-dai Sat-ta.


E Han-nya Ha-ra-mi-ta Ο ko.


Shin mu kei-ge. Mu-kei-ge ko.


Mu u ku-fu. On-ri is-sai ten-do mu-so.


Ku-gyo ne-han. San-ze-sho-butsu.


E Han-nya Ha-ra-mi-ta Ο ko.


Toku a-noku ta-ra-san-myaku-san-bo-dai.


Ko chi Han-nya Ha-ra-mi-ta.


Ze dai-jin-shu. Ze dai-myo-shu.


Ze mu jo-shu. Ze mu to-do-shu.


No-jo is-sai-ku. Shin-jitsu fu-ko.


Ko setsu Han-nya Ha-ra-mi-ta shu.


Soku setsu shu watsu.


Gya-tei gya-tei. • Ha-ra gya-tei.


Hara so gya-tei. • Bo-ji sowa-ka.


Han-nya shin-gyo.




Sutra do Coração da Grande Sabedoria Completa


(Maka Hannya Haramita Shingyô)



Ο Quando Kanzeon Bodisatva praticava em profunda Sabedoria Completa


claramente observou Ο o vazio dos cinco agregados


assim se libertando de todas as tristezas e sofrimentos.


Oh! Sharishi! Forma não é mais que vazio. Vazio não é mais que forma.


Forma é exatamente vazio. Vazio é exatamente forma.


Sensação, conceituação, diferenciação, conhecimento assim também o são.


Óh! Sharishi! Todos os fenômenos são vazio-forma,


não nascidos, não mortos, não puros, não impuros,


não perdidos, não encontrados. Assim é tudo dentro do vazio.


Sem forma, sem sensação, conceituação, diferenciação, conhecimento;


sem olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo, mente,


sem cor, som, cheiro, sabor, tato, fenômeno.


sem mundo de visão, sem mundo de consciência,


sem ignorância e sem fim à ignorância,


sem velhice e morte e sem fim à velhice e morte,


sem sofrimento, sem causa, sem extinção e sem caminho,


sem sabedoria e sem ganho, sem nenhum ganho.


Bodisatva devido à Sabedoria Completa. Ο


Coração-Mente sem obstáculos,


sem obstáculos , logo, sem medo,


distante de todas as delusões, isto é Nirvana.


Todos os Budas dos Três Mundos devido à Sabedoria Completa Ο


obtém ANOKUTARA SAN MYAKU SAN BODAI.


Saiba que Sabedoria Completa


é expressão de grande divindade, expressão de grande claridade,


expressão insuperável, expressão inigualável,


com capacidade de remover todo o sofrimento.


Isto é verdade não é mentira!


Assim, invoque e expresse a Sabedoria Completa,


invoque e repita:


Gya-tei, gya-tei • ha-ra gya-tei


Hara-so gya-tei • bo-ji sowa-ka




Enmei Jukku Kannon Gyô (Verso das Dez Frases da Eterna Compaixão)

(Verso das Dez Frases da Eterna Compaixão)

延命十句観音経






Ο Kanzeon. Na-mu butsu.


Yô Butsu u in. Yô Butsu u en.


Ο Bup-pô sô en. Jô raku ga jô.


Chô nen. Kan-ze-on.


Bo nen. Kan-ze-on.


Nen nen (•) jû shin ki.


Nen nen (•) fu ri shin.






Ο Kanzeon! Honra ao Buda!


Em Buda, a origem direta e indireta.


Ο Somos um com Buda.


Somos um com Buda, Darma, Sanga.


Alegria, pureza, samadhi.


De manhã nossa mente é Kanzeon


À noite nossa mente é Kanzeon.


Nen, nen – pensamentos (•) surgem da Mente.


Nen, nen – não (•) separados da Mente.

- Encerrar com a Dedicatória (Ekô) abaixo e 3 reverências.







Dedicatória (Transferência dos Méritos)


Reflitem profundamente: A ida e vinda da vida e morte é como a mudança do calor e frio, verão e inverno. Sua ida e vinda é como o relâmpago, atravessando o céu vazio. Sua passagem é como as ondas desaparecendo no grande oceano.






Um terremoto e tsunami atingiu o Japão no dia 11 de março de 2011 e as amarras cármicas que manteram tantas pessoas à esta existência se exauriram e suas grandes vidas repentinamente chegaram ao fim.






Rogamos que floresçam como o lótus da sabedoria no jardim da iluminação, como ondinhas tocando a praia da Verdade. Realizando a impermanência de todas as coisas mundanas, entrem em Nirvana com alegria.






Com esta recitação do Mantra da Grande Compaixão (Sutra do Coração da Grande Sabedoria Completa / Verso das Dez Frases da Eterna Compaixão), esta assembléia ora respeitosamente, de todo coração, para que grande boa fortuna decore os seus caminhos de despertar.






Refrão:


Todos os Budas, através do Espaço e do Tempo,


Todos os Bodisatvas, Mahasatvas,


Maha Prajna Paramitta.


- Encerrar com a Dedicatória (Ekô) abaixo e 3 reverências.radução: Monja Isshin)




Dedicatória (Transferência dos Méritos)

Reflitem profundamente: A ida e vinda da vida e morte é como a mudança do calor e frio, verão e inverno. Sua ida e vinda é como o relâmpago, atravessando o céu vazio. Sua passagem é como as ondas desaparecendo no grande oceano.






Um terremoto e tsunami atingiu o Japão no dia 11 de março de 2011 e as amarras cármicas que manteram tantas pessoas à esta existência se exauriram e suas grandes vidas repentinamente chegaram ao fim.






Rogamos que floresçam como o lótus da sabedoria no jardim da iluminação, como ondinhas tocando a praia da Verdade. Realizando a impermanência de todas as coisas mundanas, entrem em Nirvana com alegria.






Com esta recitação do Mantra da Grande Compaixão (Sutra do Coração da Grande Sabedoria Completa / Verso das Dez Frases da Eterna Compaixão), esta assembléia ora respeitosamente, de todo coração, para que grande boa fortuna decore os seus caminhos de despertar.






Refrão:


Todos os Budas, através do Espaço e do Tempo,


Todos os Bodisatvas, Mahasatvas,


Maha Prajna Paramitta.






Original em inglês no blog Wild Fox Zen.


http://monjaisshin.wordpress.com/2011/03/14/servico-memorial-para-os-mortos-no-desastre-japones/

Nenhum comentário:

Postar um comentário