sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Myohorenguekyo Kanzeonbosatsu Fumonbongue



Honrado do mundo, possuidor de todos sinais sutis

Novamente permita-me perguntar sobre os relacionamentos desta criança Buda:

Por que razão é chamado de Kanzeon?

E Buda respondeu:

"Ouçam! Kannon pratica o bem

Em todos os locais e direções.

Fez um voto vasto e profundo como os oceanos,

Inconcebível na sua eternidade.

Foi ao servir infinitos Budas

Que despertou para esse juramento de grande pureza.

Deixe-me brevemente explicá-lo:

Quem ouve seu nome, vê sua presença

E o mantém permanentemente no coração e na mente

Poderá terminar com as tristezas da vida.

Se alguma força do mal o jogar numa fogueira,

Pensar no poder de Kannon

Transformará a fogueira em água.

Se no grande oceano, entre perigos de peixes, dragões e demônios

Pensar no poder de Kannon

As ondas não o poderão submergir.

Ou se, do topo do Monte Sumeru, pessoas quiserem empurrá-lo

Pensar no poder de Kannon

O fará pousar estaticamente, assim como o sol.

Se perseguido por seres ferozes, e jogado do Monte do Diamante

Pensar no poder de Kannon

Fará que nem um fio de cabelo seja tocado.

Se encontrar loucos com espadas querendo feri-lo

Pensar no poder de Kannon

Todos os seres insanos se dirigirão à bondade.

Se encontrar sofrimento imposto pelas leis

A vida para ser executada,

Pensar no poder de Kannon

Faz com que a arma de execução se parta em pedaços.

Se aprisionado, encurralado, acorrentado,

Pernas e braços algemados,

Pensar no poder de Kannon

O libertará completamente.

Se for encantado, envenenado ou alguém quiser ferir seu corpo,

Pensar no poder de Kannon

Tudo se reverterá à pessoa de origem.

Se ameaçado por rakshanas malvados,

Dragões venenosos e demônios

Pensar no poder de Kannon

Fará com que ninguém possa feri-lo.

Se perseguido por bestas ferozes,

Presas aguçadas e garras apavorantes,

Pensar no poder de Kannon

Instantaneamente ao som de sua voz, eles fogem.


Trovões e raios, tempestades e furacões,

Pensar no poder de Kannon

E todos se dispersam.

Se vivos, porém esmagados e perturbados,

Oprimidos por dores infinitas,

Kannon, com o poder de sua sabedoria maravilhosa,

Poderá salvar este mundo de sofrimento!

Perfeito em poderes sobrenaturais.

Praticando amplamente com sabedoria e tato.

Nas terras do universo não há um lugar onde não se manifeste.

Todos os estados negativos da existência,

Inferno, fantasmas e animais,

Sofrimentos de nascimento, velhice, doença e morte,

Todos gradativamente serão terminados!

Verdadeiro observar, observar sereno,

Observar de sabedoria de longo alcance,

Observar de misericórdia, observar de compaixão

Tanto esperado, tanto esperado!

Pura e serena em radiância.

A sabedoria do sol destruindo as escuridões,

Controlador de tempestades e incêndios,

Que ilumina todo o mundo!

Lei de piedade, tremor do trovão!

Compaixão maravilhosa como uma grande nuvem,

Caindo simultaneamente chuva espiritual como néctar,

Apagando as chamas da tristeza!

Em disputas em frente a um magistrado,

Ou com medo no campo de batalha

Se pensar no poder de Kannon

Todos os seus inimigos se renderão!

Sua é a voz maravilhosa, voz do observador dos sons do mundo,

Voz de Brahma, voz de maré crescente,

Voz de todo o mundo!

Sempre para ser relembrada,

Sem nenhum pensamento de dúvida.

Observador dos lamentos do mundo, puro e santo,

Capaz de ser alívio e salvação completa

Em dor, tristeza, morte e calamidade.

Perfeito em todos os méritos,

Com olhos de compaixão, observando a todos.

Infinito oceano de bênçãos!

Quiçá poder reverenciá-lo!"

Então o Bodisatva protetor da Terra

levantou-se e indo em frente a Buda disse:

"Honrado do Mundo!

Se os seres ouvirem sobre o trabalho soberano

E os poderes transcendentais em

Todas as direções do Bodisatva Kanzeon aqui explicados,

Saiba que os méritos de tal pessoa

Não são poucos."

Ouvindo a explicação de Buda,

Os oitenta e quatro mil presentes na assembléia

Elevaram seus corações à iluminação incomparável,

Obtendo a mente anokutara sanmyaku san bodai.

tradução: Monja Coen Sensei


terça-feira, 30 de novembro de 2010

Este espaço foi criado e dedicado à Kwan yin.




Que a energia de Kwan Yin possa invadir a todos que por aqui passarem como um perfume que se sente mesmo de longe e possamos receber essa energia amorosa .(Silvia Montone)

Há uma confiança implícita na graça salvadora e poderes curadores de Kuan yin.A invocação de seu nome a traz imediatamente ao lugar do chamado.Um dos mais famosos textos associados a bodhisattva, o antigo Sutra do Lótus, cujo vigésimo quinto capítulo,dedicado a Kwan yin.

Invocamos o poder e a misericordiosa intercessão da Bodhisattva com o mantraNA MO KUAN SHI YIN PU SA-Espero que neste espaço possamos cultivar o amor, a amizade,a compaixão e o desenvolvimento espiritual guiados pela luz Kwan yin.


Seja qual for seu caminho, se for em direção à Luz,vamos caminhar juntos!


Silvia Montone

Uma humilde seguidora de Kwan yin


Por favor mantenha os créditos dos autores.


Namastê

Flores brotam numa estátua de ouro de Buda na Coréia do Sul

Flores brotam numa estátua de ouro de Buda na Coréia do Sul

Foto da minuscula flor ampliada


Foto ampliada das mãos do Budha


Chogyesa Templo, Seul, Coreia do Sul



Flores milagrosas brotam numa estátua de ouro na Coréia do Sul




Flores que florescem uma vez a cada 3000 anos estão crescendo na cabeça de uma estátua budista sagrada.

Monges budistas na Coréia do Sul dizem “as legendárias flores florescem na testa de Kuan Yin “A Compassiva”. Somente aparece quando o “Sábio Rei do Futuro também conhecido como Maitreya, o futuro Buda---J.T vem até o mundo”, o qual é chamado pelo líder budista de “um encanto que proporciona uma alegria que vai além da descrição”.


O Milagre da Flores como está sendo chamado, aconteceu no Templo Chonggyesa, em um subúrbio de Seoul, a capital da Coréia do Sul. Dez mil peregrinos estão migrando para ver as flores brancas na ponta da sobrancelha da Iluminada dourada estátua de Kuan Yin.


“Kuan Yin é uma divindade budista delicada, que se recusa a entrar no paraíso (Nirvana-JT) porque ela ouviu o choro do sofrimento da humanidade” diz o especialista religioso Dr. Kenneth Ireland. “Ela é reconhecida como a salvação de todos na Terra, sem virar as costas para ninguém”.


Muitos agora estão dizendo que o monastério de Chonggyesa pode se tornar o “Lourdes Budista” porque muitas curas estão sendo feitas lá.

De acordo com os monges 21 caules estão crescendo da estátua de Kuan Yin, cada um com uma pequena flor não maior que uma ponta de caneta esferográfica.

Esta é a primeira vez em 1000 anos de história do monastério que as flores tem florescido.

Budistas dizem que observar as flores é como testemunhar o nascimento de Buda, ele adicionou.

Especialistas dizem que é inimaginável que uma estátua de 500 anos de idade de Kuan Yin, dourada a cada três anos sobre a original, pode produzir flores crescidas sem uma “intervenção divina”.

Botanicamente a flor está relacionada com o Ficus, diz o botânico Willian Grant, não há como a flor criar raízes na estátua.

Dr Ireland diz que as flores são consideradas divinas na Índia, Japão e China e acredita-se que elas só florescem quando um evento momentâneo está para acontecer.


Monges budistas estão atualmente mantendo uma vigília de orações na estátua, esperando para que o evento mude a humanidade para sempre.

fonte:http://www.eons.com/groups/topic/2121820-Miracle-Of-The-Flowering-Statue-

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

A Matriz dos mil mantras de Kwan Yin


Neste momento em que o Brasil atravessa por tantos problemas e o planeta como um todo enfrenta os mais variados desafios, decorrentes do intenso retorno do carma deste final de ciclo e da má utilização da energia divina, um mantra da nossa querida Mãe do Oriente, a Amada Kuan Yin, pode ser um instrumento valioso para deter e consumir tudo o que não é da Vontade de Deus e garantir a vitória da Luz na Terra.
Segundo a Mensageira Elizabeth Clare Prophet, este mantra – publicado no Rosário de Cristal de Kuan Yin como o de número 30, das Trinta e Três Manifestações de Avalokitesvara como Kuan Yin – é um antídoto contra a guerra, inclusive a nuclear. Ele é tão poderoso que pode ser dirigido para erradicar qualquer tipo de problema, como por exemplo aborto, drogas, ataques às crianças e aos jovens e desequilíbrio econômico:

NAH-MO I JU KUAN YIN

[Tradução: Salve! (Homenagem ao sagrado nome de) Kuan YIN NA UNIDADE]



Recomenda-se que o mantra seja repetido 1000 vezes (leva cerca de 20 a 30 minutos) e afirma que seu efeito pode ser sentido em 72 horas. Num ensinamento específico sobre esse mantra, em 08 de outubro de 1988, ela explicou:

“Nesta representação, Kuan Yin se apresenta sobre uma nuvem, elevando-se pelos ares e conquistando o trovão, simbolizando que a verdade absoluta permeia todo o universo físico e que a Unidade não é dualidade. Eu afirmo que este mantra de Kuan Yin é o antídoto para tempos de guerra, até mesmo a guerra nuclear. [Ele representa] a Unidade do Ser, a união com Deus e no espírito. É o corpo [que se mantém] espiritual, alquímica e quimicamente na vibração do Uno Divino e que, portanto, pode neutralizar tudo o que aparenta ser a dualidade deste perigo, e a morte e o inferno que podem sobrevir à Terra.

Ela (Kuan Yin) está sobre uma nuvem para limpar o ar de todas as impurezas nefastas. Sobrevoa os ares e conquista o trovão, todos os trovões, todos os sons criados pelo homem, todas as explosões. Tudo o que poderia se abater sobre nós através do clima, ventos, ondas, furacões e através dos Deuses Nefilim em guerra, que têm executado os seus jogos de guerra neste planeta a milhares de anos. Nós triunfamos sobre os perigos do tempo e do espaço quando triunfamos sobre a dualidade. Neste mantra de Kuan Yin da Unidade encontramos nossa verdadeira proteção. A Unidade requer compaixão e resolução, equilíbrio do carma, que acertemos a conta com a vida, e que nenhuma animosidade contra qualquer parte da vida seja emitida por nós, pois isto imediatamente nos tornaria seres da dualidade. Pela Lei do Um transformamo-nos então em Amor e os nossos corpos devem refletir isto e, portanto, saímos ilesos.”


Veja a seguir um exemplo da matriz que pode ser adotada, individualmente ou nos serviços em grupo, para fazer este mantra:


Em nome da minha Poderosa Presença do EU SOU e do meu Santo Cristo Pessoal, em nome da poderosa Presença do EU SOU e do Santo Cristo Pessoal de todos aqui reunidos, nós concordamos, em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo:


1. Que estes mantras de Kuan Yin sejam dirigidos para as causas e núcleos do aborto nessa nação, causas que podem deflagrar uma guerra nuclear e mudanças na Terra caso estas causas persistam.


2. Que estes mantras de Kuan Yin pela Unidade sejam dirigidos para estas condições e multiplicados por todas as dispensações que a Grande Lei permitir, a fim de derrotar estas situações de uma vez por todas.


3. Que os mestres Ascensos, Sanat Kumara e todo espírito da Grande Fraternidade Branca assumam o comando destas situações de aborto, daqueles que o praticam, consideram praticá-lo, propagam, apóiam e são tolerantes com esta prática, e que transformem tudo isto em completa Vitória Divina.


4. Que nos sejam mostrados os impactos e efeitos destes chamados, para que possamos construir e manter um tal momentum que nos possibilite alcançar a vitória agora e, através desta ação, deter as profecias negativas e manifestar a Era de Ouro.


Nós também concordamos que: “Nenhuma Luz seja concedida ilicitamente ou sem autorização a qualquer parte da Vida onde não haja compromisso com a salvação da alma e a adoração ao seu Deus.


Que nossos desejos sejam purificados pelo Fogo Sagrado até se tornarem desejos divinos e que nossa oração seja a oração do Filho de Deus em nós, totalmente aceitável como uma oferta aos olhos de Deus e de Seus santos anjos. Concedemos ao nosso Cristo Pessoal autoridade para anular quaisquer votos, decretos dinâmicos, vontade ou intenção, motivo ou causa que não expressem a Harmonia Divina, o Amor Divino e a Verdade Divina da Sua Presença.


E que nós, aqueles a quem estamos unidos carmicamente e (os que fazem parte de) nossas esferas de influência através de todos os planos de consciência e do tempo e espaço, sejamos completa e totalmente protegidos das forças das trevas, do choque de retorno deste chamado e das ações subseqüentes para reverter esta situação.

Que isto seja feito de acordo com a Sagrada Vontade de Deus.
Que assim seja.

Assim, Amada Kuan Yin, multiplica esses chamados para a nossa vitória pessoal, a vitória da nossa igreja, do Brasil, deste planeta e de todos que servem a Luz.”


Portanto, decretamos:

NAH-MO I JU KUAN YIN (1000X)

(Comece vagarosamente, acelere aos poucos até manter uma boa velocidade, varie a intensidade e diminua o ritmo no final – o mantra soará “cantado” quando feito corretamente. Termine com o OM)

E com toda Fé eu aceito conscientemente que isto se manifeste, que se manifeste, que se manifeste (3 X) aqui e agora, com Pleno Poder, eternamente mantido, onipotentemente ativo, em contínua expansão e abrangendo o mundo inteiro até que todos tenham ascendido completamente na Luz e sejam livres! Amado EU Sou! Amado EU SOU! Amado EU SOU!

Fonte de pesquisa: FraterNews Fev/Mar 1999

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O Perdão - Conselho de Kwan Yin


A sabedoria da lei cósmica previu a misericórdia, a caridade, o perdão, para que todas as velhas sombras não permaneçam para sempre, e vocês queridos amigos, ligaram-se a esta grande lei do perdão.É muito importante desprender-se de coisas passadas, sendo secundário se a injustiça foi cometida contra vocês ou se vocês cometeram injustiça em relação aos outros.



Libertar-se é o mandamento do momento, para que todas as velhas histórias que estão conectadas possam ser esquecidas, e que possa ser purificado tudo aquilo que já houve entre vocês e outros seres humanos e que fez o carma aumentar - isto é muito importante, estimados amigos da Luz!Estamos vendo que vocês estão trabalhando nisso, mas também vemos que enfrentam dificuldades em libertarem-se, principalmente quando sofreram injustiça.

Libertar-se é muito difícil, nós o sabemos. Muitas vezes essa injustiça os acompanha do passado até a vida atual, e daí fica mais difícil ainda poder perdoar realmente. Mas precisa ser feito, vocês não devem carregar estas coisas antigas na vida atual, elas causam perturbações e distorções, libertem-se! Libertem-se mesmo, de todo o coração! Com toda convicção, pois não contribui em nada se vocês não soltarem. Isto é um processo muito importante em suas vidas.

Tenham também a certeza de que aquilo que fizerem aos outros irá continuar a ter influência em suas vidas. Mas, vocês têm a possibilidade da reparação, da dissolução de todas as cargas que criaram. A lei cósmica do amor previu que vocês possam se libertar dessas coisas! E da mesma forma como solicitam a libertação, vocês devem aceitar a libertação dos que lhes fizeram mal. Essa força recíproca libertará vocês de muitas cargas.


Essa grande lei da misericórdia, a força poderosa da dissolução pela irradiação do Fogo Violeta, é uma corrente abrangente da misericórdia do Amor Divino, façam uso dela! Permitam que tudo o que ainda levam com vocês, como cargas, se dissolva na corrente do Fogo Violeta!

Essas antigas cargas influenciam negativamente o desenvolvimento de vocês, trazem doenças e indisposições aos seus corpos e problemas para suas vidas, por isso dissolvam tudo aquilo que lhes traz sofrimento.A Chama Violeta desde sempre foi poderosa na dissolução de tais coisas, e essa grande lei foi disponibilizada para os filhos terrenos, para o período de purificação e de mudanças, e assim libertá-los de suas antigas sombras.


Tudo isto pode pertencer ao passado, se vocês assim o desejarem, se realmente colocarem essas antigas faltas na Chama Violeta. Essa é uma grande possibilidade de libertação de todas as cargas que ainda os impedem de progredir.Aceitem essa grande oportunidade que lhes é dada, apliquem-na muito mais vezes do que fizeram até agora!

Esse é o meu conselho a vocês, como a irmã que os ama,

Kuan Yin


Ponte para a Luz - Boletim


fonte de pesquisa: www. naveluz.arq.br

O TEMPLO DA MISERICÓRDIA E COMPAIXÃO

No Reino Etérico sobre Pequim



Mestra KUAN YIN


Cor da Chama: Púrpura-Violeta


Música: No Jardim de um Mosteiro (Ketelby)


O mantra tem quatro fases, a saber:


1. Inalação 2. Sustentação 3. Expansão 4. Irradiação


EU SOU / a Inalação / da Misericórdia, / Compaixão/ e Amor / da amada / Mestra / KUAN YIN.

EU SOU / a Sustentação / da Misericórdia, / Compaixão / e Amor / da amada / Mestra / KUAN YIN.

EU SOU / a Expansão / da Misericórdia, / Compaixão / e Amor / da amada / Mestra / KUAN YIN.

EU SOU / a Irradiação / da Misericórdia, / Compaixão / e Amor / da amada / Mestra/ KUAN YIN

Repetir 12 vezes


O TEMPLO DA MESTRA KUAN YIN

O Templo da Misericórdia e Compaixão situa-se no Reino Etérico sobre Pequim. Ele é guardado pela amada Mestra KUAN YIN, que lhe confere sua Irradiação. Doze templos menores circundam a magnífica construção, sendo cada um dos mesmos dedicado a uma virtude especial. Aqui os alunos que ainda não dominam todas as virtudes podem ser doutrinados por sábios professores, sobre aquelas, das quais ainda sentem carência.


A característica especial desse Templo é o extraordinário silêncio, cuja pura vibração toca e eleva cada aluno e em seu coração é despertado o desejo por perdão a toda injustiça praticada contra ele.

O aluno sentirá a alegria proveniente da libertação da revolta e do rancor contra outras pessoas.

A Mestra KUAN YIN há longo tempo era conhecida de muitas pessoas, principalmente no oriente, como auxiliar para crianças recém nascidas ou em gestação, para a transmutação de seu carma e o das famílias. Ela também protege mães solteiras e seus filhos, evitando, dessa forma, eventuais suicídios e abortos.


Ela também presta serviços especiais aos agonizantes, ajudando a afastar de seus corpos etéricos muitas das cicatrizes causadas por decepções, dores e muitos outros motivos, até onde o permitir a Lei cósmica. Ela também ouve o pedido por perdão por erros próprios na vida terrena e trabalha com as correntes de vida para minimizá-los.


Os pensamentos e pedidos dos alunos por cura, misericórdia e equilíbrio, serão realizados, quando se ligarem como o Templo da Misericórdia e permanecerem na agradável irradiação da Mestra.
fonte de pesquisa:  naveluz.arq.br


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Mudra –


Mudra – Os gestos das mãos que geralmente se vêem nas representações do Buda, são chamados de "mudras", os quais propiciam comunicação não-verbal. Cada mudra tem um significado específico. Por exemplo, as imagens do Buda Amitabha, normalmente, apresentam a mão direita erguida com o dedo indicador tocando o polegar e os outros três dedos estendidos para cima para simbolizar a busca da iluminação, enquanto a mão esquerda mostra um gesto similar, só que apontando para o chão, simbolizando a libertação de todos os seres sencientes. Nas imagens em que ele aparece sentado, ambas as mãos estão posicionadas à frente, abaixo da cintura, com as palmas voltadas para cima, uma contendo a outra, o que simboliza o estado de meditação. No entanto, se os dedos da mão direita estiverem apontando para baixo, isso simboliza o triunfo do Dharma sobre seres desencaminhados que relutam em aceitar o autêntico crescimento espiritual.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Benção De Kuan Yin




Deusa chinesa da Misericórdia

Que a paz de Deus paire sobre
os vossos lares !
Possa o Amor Divino estar em vossos corações!
Que a luz cósmica flameje em vossas almas
e a sabedoria em vossas mentes!
Possa a força do Altíssimo vitalizar
cada membro de vosso lares!
Que a saúde e o bem-estar divino
Se manifestem em vossos corpos,
que são as vestimentas com
que agora vos envolveis!
Que a graça de Deus vos cubra
em vossos atos de adoração!
Possam os dons do absoluto
expressarem-se
através de vossas consciências,
e que a plenitude e a vitória de vosso
Plano Divino sejam realizadas,
e selem a vossa passagem pela
Terra!



fonte:PÁGINA 73 DO LIVRO INVOCAÇÃO À LUZ, DA PONTE PARA A LIBERDADE

PRÁTICA DE ORAÇÃO E CONSAGRAÇÃO DA ÁGUA


Medita-se nEla por alguns minutos, buscando conexão com nossa querida Deusa. Em seguida é chegada a hora de fazermos uma oração pessoal, que pode ser de agradecimentos, pedidos ou somente uma comunicação silenciosa, e então inicia-se a consagração de nossa água.

Pega-se com as duas mãos uma taça contendo água potável, elevando-a e falando:


Amada Kuan Yin

Abençoe esta água com todo o seu amor e bondade,

Que ela seja útil para levar tua salvação

A todos os seres, conforme tua vontade.

Que através do teu poder, esta água possa torna-se

o Sagrado Elixir Libertador.

Salve Kuan Yin P'usa!

Que o manto de tua compaixão e misericórdia

cubram todos os seres da Terra.

Que esta água purificadora limpe corpos e almas.

Que tua chama queime as impurezas dos três mundos.

Ofereço minhas respeitosas reverências a Kuan Yin P'usa,

a quem adoro e a quem servirei eternamente!

Imploro que meu coração seja consolado pela Senhora!!!


encontrado no site:www.anjodeluz.com.br
quem souber os creditos por favor avise, 
grata

ORAÇÃO DE GRATIDÃO A DEUSA KUAN YIN


(Oração para ser feita após ter recebido uma graça de Kuan Yin)

Por: Deva Sathya-Vera Alves)

Diante de ti Kuan Yin
Me curvo
Reverenciando à sua luz

(Mentalize uma luz branca/lilás te envolvendo)
OM MANE PADME HUM (3x)

Diante de ti Kuan Yin
Abro o meu coração
Acolhido pelo Grande Lótus

(Veja seu centro cardíaco envolvido por uma flor de Lótus)
OM MANE PADME HUM (3x)

Diante de ti Kuan Yin
Sinto-me harmonizada pela luz de sua compaixão e misericórdia

(Veja Kuan yin te envolvendo em seu manto)
OM MANE PADME HUM (3X)

Diante de ti kuan Yin
Só GRATIDÃO, GRATIDÃO , GRATIDÃO

(33 x OM MANE PADME HUM) 

O Salgueiro da Compaixão

por Nelson Matheus Silva - matheussilva_frc@yahoo.com.br
Kuan Yin e a Terapia Floral
Na milenar China, a leitura e a escrita eram privilégios de monges em seus monastérios e da elite governante em seus palácios. Os templos utilizavam as imagens pintadas e a simbologia mitológica para passar os ensinamentos sagrados tanto quanto a medicina, que ainda hoje a oficial é a tradicional, isto é, a holística. Os gestos e as mãos conservaram a importância dada no budismo tibetano (mudras) para expressar o mais significativo. Isto é, quando começar a “ler” uma tanka (pintura de uma entidade), por exemplo, se deve começar observando o que a figura pintada tem nas mãos.

Não me surpreende que a energia da compaixão e do perdão de Kuan Yin tenha inspirado, ao longo dos séculos, os pintores, insistentemente, a pintá-la segurando ramos de salgueiro, ou circundada por eles, ou com ele impresso em suas vestes ou ainda, mais simbolicamente, junto ao “doce orvalho” do vaso que sempre carrega consigo. As ervas medicinais sempre foram a base de sustentação de toda cultura asiática pré e pós budista. O “doce orvalho” da compaixão associada ao Salgueiro é o recado perfeito.

Onde será que Dr. Edward Bach buscou inspiração para a criação de Willow (salgueiro)? Não posso afirmar nada, mas é curioso, especialmente quando se sabe que o Império Britânico tinha domínios na Ásia, incluindo Hong Kong. A essência floral Willow, do sistema do Dr. Bach, é indicada para ressentimentos, rancor, amargura, sentimento de injustiça pela vida, exatamente o que prega Kuan Yin com o seu “doce orvalho”. Será que Kuan Yin inspirou o Dr. Bach? Tudo é possível neste mundo!

Os aspectos positivos do floral são otimismo, positivismo, assumir a responsabilidade por sua própria vida e felicidade. A mensagem de Kuan Yin não é outra senão compaixão e perdão, reabilitação do amor interior que leva à plenitude da alegria e da felicidade, o caminho para a aceitação e a correção das imperfeições e desenlace dos nós cármicos! 
Por que será que o “doce orvalho” é colhido nos ramos do salgueiro? Martin Palmer, Jay Ramsay e Man-Ho Kwok, dizem no livro “Kuan Yin, Myths and Prophecies of the Chinese Goddess of Compassion”, publicado em 1995, que “o ramo de salgueiro é o importante símbolo das virtudes no budismo chinês (eu diria oriental). Tem a reputação por sua habilidade de se dobrar diante dos mais fervorosos ventos e de se recompor depois da tempestade - humildade e mansidão para atingir a compaixão e o perdão. O choroso salgueiro também simboliza compaixão pelas doenças do mundo, as quais são exemplificadas nos ensinamentos budistas, notavelmente no Lótus Sutra”, um dos mais antigos textos sagrados do budismo.

O salgueiro é também um antigo símbolo chinês da fecundidade e assim naturalmente associado a Kuan Yin, que é freqüentemente pintada com o que é conhecido como "cinto de salgueiro”. A entidade Kuan Yin teve a oportunidade, inúmeras vezes, de não mais reencarnar na Terra mas sempre recusou a oferta. Ela, como um enorme grupo de seres espirituais, tem um grande amor pelo planeta e cada vez mais se compromete a dar um empurrãozinho na nossa evolução espiritual, porque sabe que por trás de tudo isso há um grande projeto de luz e amor.

Na Ásia, é muito comum mulheres pedirem a Kuan Yin ajuda para engravidar ou durante a gravidez. Os autores acrescentam que o salgueiro é um importante elemento no xamanismo chinês, usado em exorcismo e tido como afastador de demônios.  
Olhe bem para a pintura abaixo, que ninguém sabe quantos séculos têm, e veja o que ela nos mostra! Nas pinturas de mais de 600 anos nas cavernas chinesas, Kuan Yin aparece sempre com o cinto de ramos de salgueiro.
Por José Joacir dos Santos 

Kuan Yin diz que a Realidade está na Mente de cada um


Por: José Joacir dos Santos

O escritor John Blofled (1913-1987) teve seu livro “Bodhisattva of Compassion (traduzido para o português como “A deusa da compaixão e do amor”) publicado pela em 1977, com escritos da sua pesquisa feita entre a China, Índia e Tibete nos anos 40.

Nesse livro ele faz um relato pitoresco sobre Kuan Yin, conta muitas histórias e lendas, contadas pelo povo e por amigos e devotos, inclusive suas próprias experiências com Kuan Yin. Numa delas, ele atendeu a uma cerimônia noturna em um pequeno templo dedicado à deusa, perto de onde hospedava-se.

Ao final da cerimônia, encantado com tudo o que via, especialmente pela fé dos devotos, voltou para o mosteiro. Não havia eletricidade naquela parte do mundo e os lugares eram iluminados com tochas e lamparinas a óleo vegetal.

Antes de ir para seu aposento decidiu dar uma olhada na estátua de Kuan Yin em pé no salão principal. Chegou bem perto dela e disse: “Senhora da Compaixão, esteja à vontade para falar e me convencer de que você é real”.

Sem muita demora recebeu a resposta mentalmente: “Não olhe apenas para a realidade do realismo das aparências ou do vazio. Procure na sua própria mente, é lá onde você encontra isso (a realidade)”. John conta que levou um choque ao “ouvir” a resposta, da mesma forma que alguns médiuns se comunicam com as entidades, e depois disso jamais ele foi o mesmo.